Escrita de Pressão. Também em Jorros de Litro.
31
Ago 10
publicado por A.Bruto, às 15:18link do post | comentar

se fosses um grão de areia,

ter-te-ias alojado no meu olho.

e para te expulsar da minha visão,

irritado com tamanha maçada que me impede de vislumbrar

em grande e em pequeno, em três dimensões e tudo o mais,

ignorei as senhoras, médicas do saber feito, que me incitavam

para que lave a vista com soros

e outras gotas e mezinhas com as águas que curam os males da visão.  

 

teimoso que sou, na minha própria estupidez,

esfreguei-te e provoquei uma infecção.

agora, tudo o que vejo passa primeiro por ti


publicado por A.Bruto, às 14:21link do post | comentar

rumina mecanicamente

o senfim industrial

que separa a uva do engaço

rumino o dia banal

e separo o acessório

do sumo que irei beber

 

com isto, não quero

encontrar semelhanças em processos

tão diferentes como o desengaço da fruta

e o desembaraço das compras

a fermentação da uva

e o acumular de sombras

 

mas quero acreditar

que, no fim do dia,

acabamos os dois

cheios de vinho


mais sobre mim
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
27
28

29
30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO