Escrita de Pressão. Também em Jorros de Litro.
16
Jun 09
publicado por A.Bruto, às 00:31link do post | comentar

dei de caras com as escaras, pus o puz no devído síto.

circundei a ferida com a minha navalha romba

esfreguei sal grosso no sangue que, entretanto, fugia a jorros.

 

mordi a língua, rangi os dentes

um laspo do tempo fugiu de mim.

 

pra mal dos meus pecados

terminei a noite, extasiado de dor

suponho que assim, me tenha preparado

para ainda nesta vida poder ir ao teu teatro.

 


mais sobre mim
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO